Porque a gente ama gatos

Não tenho gatos. Apesar de achar um dos bichos mais lindos que conheço, minha história é com aves. Primeiro uma caturrita chamada Cocó e depois uma turma de calopsitas cuja única sobrevivente se chama Lola.  Voltando aos gatos, sempre gostei dos bichanos, um sinal disso é o Amineko, meu gato de crochê. Também já fui dinda de um gato, o Tião Bento, nome de um personagem do Francisco Cuoco em uma novela que não lembro o nome (notem como já estou ficando velha).

Já recebi pedidos de gente que quer fazer toucas para gatos e cachorros, mas como não tenho o bicho para medir e testar, acabo não aceitando os pedidos. Mas agora achei uma pessoa que faz toucas para gatos, a Fabi! Abaixo estão algumas touquinhas, que ela vende na loja Gateira Criativa. Clique aqui para acessar a loja: http://www.elo7.com.br/gateiracriativa/

gatinhosEssa touca/viseira é o máximo!

Antes tarde do que nunca

Jogo Angry Birds faz uns dois anos, quando ele era conhecido somente por adultos. Hoje meu sobrinho de 6 anos adora o jogo dos pássaros furiosos. E foi justamente um pedido dele, meu modelo preferido, que fez com que finalmente surgisse a touca do Red Cardinal, o pássaro principal do jogo.

angryt

 

O processo de criação foi diferente devido ao desenho do rosto, bem mais complicado do que as tradicionais touquinhas de urso, por exemplo. Primeiro eu fiz a base da touca e depois pegue-a, coloquei em cima de um papel e tracei o seu contorno. No papel, desenhei a cara do pássaro conforme uma imagem que salvei na internet. Depois fiz cada parte (olhos, sobrancelhas, bico e base) conferindo se estavam do tamanho do desenho. Assim, consegui deixar o mais parecido ao personagem do jogo. Acho que deu certo, né?!

A touca do Angry Birds está à venda na loja da Koki, é só clicar aqui.

Colorindo os pés dos bebês

Quando pensei em criar sapatinhos de bebê, pesquisei alguns modelos e resolvi que tinha que ser diferente. Os primeiros dois modelos (o de ursinho e o candy) tinham o solado de EVA forrado de crochê. Porém, apesar da peça ser pequena, a mão-de-obra era demorada em cada solado. A solução foi forrar os solados de algodão estampado e assim surgiram os sapatinhos de bebê da Koki.

Às vezes vejo pessoas comentando fotos dos sapatinhos no Facebook e dizendo que vão fazer igual. Ok, pode copiar, mas não é tão simples assim porque envolve costura à máquina, feita à mão, crochê e montagem. Vejam os passos para que eles fiquem prontos e entendam porque o valor dos sapatos é um pouco maior que os sapatinhos de crochê tradicionais:

1. Recortar o EVA conforme forma.

2. Riscar os moldes do solado no tecido.

3. Costurar á máquina os solados, deixando um espaço para colocar a base de EVA.

4. Colocar a base de EVA dentro do solado de tecido, arrumar as bordas e fechar com costura à mão.

5. Pespontar o solado com linha de algodão.

6. Fazer o crochê em volta do pesponto e depois fazer o sapato em si.

7. Esconder e cortar os fios que sobram.

8. Prender os botões.

9. Fazer o detalhe do sapato, como flor e coração.

10. Prender o detalhe no sapato.

Voilá, o sapatinho de crochê está pronto!

Os sapatinhos estão à venda na loja virtual da Koki! Passa lá http://loja.koki.com.br

Os bichos estão soltos

Todos já devem ter visto o editorial das toucas de bichinhos, que estava na entrada do site há algum tempo e estão nas lojas virtuais  e fan page da marca. Pois é, com tanta correria acabei esquecendo de publicar todas as fotos aqui. Meus modelos foram os irmãos Matheus e Fernanda e o fotógrafo, o Rafael Renck.

Clique na imagem para vê-la maior.

 

Monstros fofos servem de inspiração

A marca inglesa Mulberry, que ficou conhecida pelas bolsas batizadas pela it girl Alexa Chung, sempre traz um toque lúdico em duas campanhas. No último verão, as modelos foram fotografadas em um cenário com sorvetes gigantes.

E agora a inspiração da última campanha de inverno é “Onde vivem os monstros”. A modelo Lindsey Wixson foi fotografada por Tim Walker na floresta Blackheart, em Inglaterra, acompanhada pelo próprio monstro da história.

 

 

 

 

Fiquei com vontade de abraçar o monstro…